Desapego também é amor

desapego

Te amo. Sério, não cai nessa de que não é amor. É amor sim, é amor pra caramba. Não é pouca coisa. Só não é o mesmo amor que você conhece, mas ainda assim, é amor. Te quero bem, te quero livre e, às vezes, te quero longe. Eu sei que é estranho, mas é isso. Te quero longe porque te quero bem, porque nem sempre perto sou a melhor pessoa, tenho defeitos aos milhares, as vezes eles não cabem numa mala.

Parece estranho porque o amor que a gente conhece, não é amor, é apego. O apego é o excesso do querer. É te querer ao meu lado independente de tudo, acima inclusive, do teu querer. Não podemos cometer o erro de tomar posse um do outro. Por isso, quero te propor um amor livre, daqueles que ficam, mesmo sem precisar ficar.

Quero te ver sorrindo pra mim, mas quero que o mundo conheça o teu sorriso. Ele é lindo demais para que seja apenas paisagem dos meus olhos. Quero que você conheça o mundo, do mesmo jeito que eu o conheci, e volte, para me contar. Eu sempre estarei por aqui, esperando ansiosamente as suas grandes histórias, com um bom dia e o café-da-manhã pronto.

Vá viver o mundo, conhecer pessoas. Tenha certeza que a felicidade que você procura realmente está aqui e não em outro lugar. É que escolher amar alguém para a vida toda é mais complexo do que comprar um sapato. Vá aprender que a vida não é só as quatro paredes do teu quarto. Você precisa sentir coisas que nunca sentiu e experimentar momentos que nunca imaginou que aconteceriam. Vá crescer espiritualmente.

Quero tua liberdade como ninguém, porque te prender faz sentir-me culpado. Esse negócio de te chamar de minha é bom na cama, naqueles momentos íntimos. Seja de você e do mundo, minha quando quiser.

Vamos nos amar com desapego. Não me olhe com essa cara desconfiada, é que o desapego que você conhece na verdade é indiferença. Não cai nessa que desapego é frieza ou algum tipo de desamor. Não cai nessa que só a presença constante traz o amor, se fosse assim o que seria dos amores a distância? Desapego não se trata de esvaziar o coração, mas de mantê-lo cheio de um amor livre.

Às vezes nos machucamos tanto com algumas pessoas que começamos a praticar a indiferença com elas e em tudo. Assim, nos tornamos pessoas rasas, viciadas em relacionamentos superficiais, daqueles de uma noite, que nos tiram o gosto do desejo, mas fica por isso mesmo. Talvez a gente mereça uma sorte melhor.

E se a nossa tentativa de amar junto não der certo, a gente se ama na distância mesmo, ficamos naquela torcida silenciosa para que a vida do outro dê certo, em homenagem aos bons momentos, em respeito às vezes que brincamos de amor.

Vem cá, me dá a mão pra gente se amar? Deixa eu ser o aeroporto preferido dos seus voos, a torcida que comemora o gol. Vem que eu te ensino a desapegar de mim e te mostro o quanto pode ser bom, desapego também é amor.

Anúncios

54 comentários em “Desapego também é amor”

  1. Vim para ler o texto já com pé atrás…Tipo, como assim desapego também é amor? Mas aí eu li e entendi perfeitamente. Esse desapego que você diz é o ato de amar e não de possuir. Porque quem ama quer que a outra pessoa seja feliz, seja onde for. Amei o texto muitooooooooo mesmo ❤ Beijão.

    Curtir

  2. Olá Francisco,
    essa é uma perspectiva super interessante sobre o amor, e eu concordo. Amar alguém é saber todos os limites, saber até onde pode dar certo, e saber seguir em frente mesmo quando chegamos à conclusão de que devemos desapegar. Amar é querer o bem em todas as circunstâncias, como você mesmo disse “o amor é livre”, e o mais importante de tudo: o amor não é egoísta. O amor não sufoca, o amor gera crescimento pessoal, o relacionamento seja como e qual for, frutifica. Excelente texto, amei a sinceridade, e a forma como a sua opinião foi exposta 🙂
    Parabéns, continue assim.
    senhoritadeise.com

    Curtir

  3. Que visão legal sobre “desapego”, lembro de você já ter comentado no meu blog que não gosta do “desapegar”. Concordo em muitas coisas do texto, principalmente nas partes que falam sobre amar não se referir a tomar posse do outro, mas permitir que ele conheça outros espaços, respeitado a liberdade individual e a relação.

    Curtir

  4. “Eu sei que é estranho, mas é isso. Te quero longe porque te quero bem, porque nem sempre perto sou a melhor pessoa, tenho defeitos aos milhares, as vezes eles não cabem numa mala.”
    Que texto maravilhoso!! Sua escrita é incrível, parabéns!

    Curtir

  5. Assim que livro TÍTULO já percebi no que você iria focar 🙂

    Seu texto me lembrou muito as coisas que eu acredito. Sempre acreditei que as pessoas são do mundo; que as pessoas têm que explorar o mundo. O amor não pode ser algo para nos prender ❤

    Adorei tudo ❤️ Beijos.

    Curtir

  6. Nossa já vim ler este texto com a faca e uma pedra na mão. Como assim “desapego é amor”? Mas entendi o que quis dizer, que devemos amar e não querer possuir, deixa a pessoa livre para escolher o que é melhor para ela e não forçar a ser sua.

    #AMEI

    Curtir

  7. Eu sou bem chata com textos de romance, não gosto de muita “babação”, não sou romantica. Mas li todo o seu texto e me surpreendeu de maneira muito positiva, porque vejo o amor dessa mesma maneira, livre, sem apegos, apenas amar da maneira mais simples e suave possível. Pra mim, isso sim é amor, o resto é resto.

    Curtir

  8. Sempre acreditei que os relacionamentos que mais dão certo, são esses que tem uma certa distância quando necessário, que possui desapego e são livres. Pena que muitos não sabem amar assim. E qualquer distanciamento já encaram como desinteresse ou falta de amor.

    Curtir

  9. A parte que mais me identifiquei e que creio eu que a maioria das pessoas te dificuldade em entender é “Te quero bem, te quero livre e, às vezes, te quero longe.”, namoro a quase dois anos e no início meu namorado tinha a cabeça super fechada para muitos aspectos de um relacionamento, já eu sempre fui super aberta com tudo isso e depois de muito conversar hoje ele é super compreensivo em relação a tudo isso.

    Curtir

  10. Comecei a ler assim meio assim sei lá, mas cheguei ao final querendo um pouquinho mais. É um texto muito gostoso de ser lido e você em uma perspectiva diferente sobre o desapego e confesso que a mesma está mais que certíssima! E eu super concordo.

    Curtir

  11. Nunca li tantas verdades! O amor não pode ser egoísta, temos que ser livres e voltar pra alguém porque realmente queremos, ficar porque encontramos REALMENTE um motivo. Cansada de relacionamentos vazios!

    Curtir

  12. Acho que nunca um texto refletiu tanto o que eu penso sobre o amor. Pra mim, amor e liberdade são coisas que andam juntas. Acho que é por isso que fico sempre tão chocada quando aparace casos de namorados/namoradas que matam o outro porque não querem mais ficar juntos.
    A posse é algo tão utópico, ela só existe na nossa cabeça mesmo. Muitas vezes sou chamada de fria, que eu não entendo de relacionamentos, que quando eu estiver em um saberei como é, mas de verdade, espero que quando eu encontrar alguém com quem queira ficar eu consiga transparecer um amor leve como esse descrito no texto, um amor que não se tem, mas se sente.

    Curtir

  13. Não sou aquela pessoa romântica nem nada, mas você escreve tão bem que dá pra entender exatamente o seu ponto de vista. E é uma forma bem diferente de pensar, gostei mesmo! O amor não deve prender. Porque pra mim isso não é amor.
    Enfim, parabéns pelo texto! *-*

    Curtir

  14. Francisco, adorei o texto! E poxa, queria que todas as pessoas pensassem assim como você, como você descreveu no texto. Um amor livre, sem pertencimento a ninguém, com desapego, mas com amor e afeto. Amei amei amei ❤ Parabéns mais uma vez, por outro texto maravilhoso!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s