É tarde para nós

é tarde demais

A verdade é que deixamos o tempo passar muitas vezes. O tempo não devolve as vontades, os sonhos e as oportunidades. O tempo é um juiz inflexível sentenciando um culpado. Deixamos sempre para depois aquela ligação, aquela declaração, aquele pedido de desculpa, aquele abraço, aquele “oi” tímido para quem gostamos e, assim, deixamos a oportunidade passar e ela passa pra valer, com vontade.

O tempo passa e aquele sonho de criança de salvar o mundo passou, aquela vontade de beijar aquela pessoa se foi. Por outro lado a vontade de comer aquele bolo de chocolate que havia na padaria não passou, mas o bolo acabou. Enfim, o tempo leva tudo. Quem dera não fosse tarde para nós, quem dera você conseguisse realizar aquela vontade de voltar no tempo por nós, mas infelizmente não dá. Nós dois sabemos que isso é impossível.

É tarde demais para falar de amor. Não pense errado, que o amor acabou ou algo parecido, o amor que eu sinto por você ainda é enorme dentro de mim, o que acabou foi a vontade de amar. É que o nosso amor se tornou desgastante, frustrante e masoquista. Eu cansei, perdi todas as forças e as esperanças de que toda essa loucura pudesse ter um final feliz. Honestamente, a sua presença agora me enfraquece.

São muitas decepções, entre palavras e atitudes, e essas marcas ficam na pele feito tatuagem, são pesadas demais para uma alma tão leve, eu não consigo carregar. Pode chamar de fraqueza ou do que quiser, eu não vou nem discutir, até a vontade de falar acabou.

Não pense que é só falta de vontade, meu silêncio às vezes te protege. É a forma que encontrei para não te ferir, porque palavras nunca são apenas palavras, muitas vezes são tesouras rasgando um coração e machucam tanto quanto um soco na boca do estômago. Isso eu aprendi com você, quando ouvi exatamente tudo o que eu não queria que saísse da sua boca.

Agora preciso de silêncio e de paz, e nesse mundo novo que estou criando, pelo menos por enquanto, você não cabe nele e, sinceramente, não sei se um dia irá caber. É tarde para as suas mudanças, para os seus arrependimentos e para o seu amor. Aos poucos a mudança vai tomando conta de mim e se tornando rotina dos novos tempos. Vou descobrindo que, assim como o sol, posso me renovar a cada dia.

Preciso me afastar para tentar conservar o que ainda há de bonito entre nós, mas principalmente para descobrir o que há de melhor em mim. Te afastar não é te excluir da minha vida, às vezes a distância é o único jeito de conservar os vestígios de um amor.

É que te olhar me desgasta, é o estímulo que invade a minha cabeça e me lembra todas as vezes que eu sofri por nós. As lembranças dos bons momentos vão se tornando escassas e insuficientes, nenhuma me convence que compensa ficar. A verdade é que não podemos mais ser apenas prisioneiros de boas lembranças se hoje somos o refrão de uma música que ninguém mais quer cantar.

E nesse vai e vem de confusões sentimentais, percebo que é tarde para pensar no passado e no que poderíamos ter feito diferente. Eu já fiz as malas e não posso perder a oportunidade, vou pegar o próximo trem e seguir viagem, sem olhar antigas paisagens, na cara e na coragem. O tempo não dá segundas chances para as vontades da alma, por isso, com o coração ainda em pedaços, estou indo embora.

É tarde demais para nós, mas ainda é cedo para mim.

Anúncios

20 comentários em “É tarde para nós”

  1. Quase chorei,juro, amei o texto. Encaixa totalmente com o que sinto no momento pelo meu ex heheheh
    Preciso me afastar para tentar conservar o que ainda há de bonito entre nós, mas principalmente para descobrir o que há de melhor em mim. Te afastar não é te excluir da minha vida, às vezes a distância é o único jeito de conservar os vestígios de um amor.
    Incrível esse texto, parabéns!!!!
    https://toqueretoqueblog.blogspot.com.br/

    Curtir

  2. Eu costumo dizer que amores são como plantas. Eles precisam de atenção, precisam ser regados de carinho com frequência, porque infelizmente, eles morrem. Nascem e morrem. Desgastam. Ele não deixa de existir, as marcas, as lembranças, elas permanecem. Mas aquele amor morre, deixa de ter esperança. E quando algo morre, a gente se machuca. E precisa chorar, ficar mal e se afastar das lembranças até que pare de doer. Porque é como você falou. É tarde demais para curar o que já foi. Mas ainda é tempo de seguir em frente.

    Curtir

  3. Fiquei sem palavras. Estou com a sensação que você tirou as palavras de mim, pois eu vivi (ainda vivo) exatamente o que você escreveu. Se eu fosse dizer o que eu sentia (e ainda sinto) não saberia descrever melhor ❤️❤️❤️
    No momento eu fiz as malas e estou aproveitando a oportunidade de seguir viagem, me fiscalizando para não voltar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s