Nunca se culpe por ser sincero com os seus sentimentos

nunca-se-culpe

Sabe, às vezes somos rígidos demais com a gente. Somos os maiores críticos de nós mesmos, nos colocamos para baixo e nos castigamos por um ou outro deslize. Aliás, nem sempre é um vacilo, por assim dizer. Às vezes a gente se culpa por fazer exatamente o que deveria ter feito, apenas porque gerou consequências – mesmo sabendo que elas sempre existiriam.

Nunca se culpe por gostar e importar-se com alguém. Sim, às vezes isto acontece e se pensarmos o quanto isso é absurdo, talvez a vida faça um pouco mais de sentido. Deixam o medo da rejeição ou de parecer afetivo demais se sobrepor às vontades de demonstrar amor. Eu acredito que sempre temos que deixar a nossa melhor intenção com a outra pessoa, mesmo que ela não saiba ou queira recebê-la.

Nunca se culpe por insistir, por seguir o seu coração e pensar: “dane-se tudo, eu vou fazer dar certo”. Não se culpe por enfrentar todos os mares para estar ao lado de quem se ama. Se o amor for verdadeiro, sempre vale a pena, mesmo que no final não dê certo ou você se repare com a ingratidão. Nada melhor do que sair de uma relação com a consciência tranquila de que fez tudo o que podia ter feito.

Nunca se culpe por desistir. Não se culpe por chegar ao seu limite ou por perceber na porta da igreja que aquilo tudo que você estava vivendo não era amor. Não se escolhe o momento em que vêm à tona as respostas de todas as dúvidas. Por que sentir culpa de libertar alguém que merecia um amor o qual você nunca conseguiria dar? Ou por buscar a sua felicidade que estava bem longe daquele lugar?

Nunca se culpe por fazer aquela ligação quando sentir saudade, por querer por perto aquela pessoa que você ama. Nunca se culpe por querer voltar atrás e consertar seja lá o que se quebrou. Nunca é tarde para fazer a coisa certa, mesmo que a pessoa do outro lado não queira saber. A intenção positiva sempre é válida – pelo menos para a paz interior.

Enfim, nunca se culpe por sentir. Se tiver que declarar-se, terminar uma relação, perdoar-se, admitir a falta de alguém, o faça. Simples assim, sem medo do que vier. Não tente mascarar os seus sentimentos, tenha orgulho das coisas que vêm do coração. É o mais verdadeiro que se pode oferecer a alguém e a si mesmo.

Geralmente, nos aprisionamos, sabe como é? Não queremos sentir, dizer e nem demonstrar. Lutamos dia a dia para nos policiar da exposição dos nossos próprios afetos. Desperdiçamos tanto tempo fingindo não sentir ou tentando diminuir os nossos sentimentos, perdemos tantas pessoas pelo medo de demonstrar ou por não saber como elas irão reagir que, quando percebemos, só acumulamos vazios.

Sentimos culpa por quase tudo que fazemos ou deixamos de fazer. Eu acredito que um dos momentos mais libertadores da vida é quando conseguimos nos entregar aos nossos afetos, sem culpa por sentir, sem medo de descobrir a resposta do outro lado e sem medo do futuro. Mesmo sabendo que, se alguns sentimentos nos revivem, outros podem nos matar.

Mas eu ainda prefiro morrer sentindo a viver tentando não sentir, sabe?

Anúncios

31 comentários em “Nunca se culpe por ser sincero com os seus sentimentos”

  1. Nossa, eu só consigo pensar em palmas ao final desse texto. Lindo demais e é muito o que eu queria ler: não se culpe por sentir! Não se culpe por ser quem você é e por tudo o que você fez! Somos pessoas apenas, e não sabemos lidar perfeitamente com as situações. Muito obrigada por esse texto.

    Curtir

  2. Eu já me senti muito culpada pelos meus sentimentos e até mesmo envergonhada, fiquei muito doente com isso. Mas aprendi que não posso ser assim e hoje não escondo mais nada, se tiver que falar, falo mesmo.
    A gente não pode ficar se reprimindo não, porque isso nos faz mal.

    Beijo

    Curtir

  3. Essa frase final foi de matar.
    To tentando fazer isso, não me culpar por ter raiva, por sentir que sou sempre uma chata ou reclamo demais. Porque sempre que ajo assim tem uma briga, e eu sempre me sinto culpada, e não é um sentimento muito bom. Sei que tu nem falou disso, mas ao ler tuas palavras foi do que lembrei, pensei. E vou guardar essa ultima frase comigo.

    Curtir

  4. Durante mtos anos da minha vida eu suprimi tudo o que sentia ou pensava sobre qualquer coisa, até ficar doente e ganhar uma eterna gastrite nervosa… Desde então não guardo tanto as coisas, descobri q sou uma pessoa passional e mto sincera… Prefiro magoar falando a verdade do que ficar doente por me reprimir… Ótimo texto, amei!!

    Curtir

  5. Faz tempo que não entro aqui; estava com saudades dos seus textos lindos, e esse não ficou atrás! Parabéns.

    Me identifiquei tanto com tudo o que você falou, e já vi pessoas demais que se culpam por esses e tantos motivos listados. Mas o que mais me tocou foi “Nunca se culpe por gostar e importar-se com alguém.”. As pessoas sempre tentam colocar na minha cabeça que se importar demais com alguém é perca de tempo… e eu nunca enxerguei assim, por mais que eu tenha tentado. Descobri a algum tempo que isso não é errado, pelo contrário! Inclusive, a alguns dias terminei de ler um livro que trata justamente da importância de se importar com outra pessoa ❤

    Mas, enfim, adorei o texto!

    Curtir

  6. Que texto perfeito! MEU DEUS!
    Eu tô maravilhada e é muito louca a forma como eu me identifiquei.
    Quando abri o post, li sua bio e vi o layout, já sabia que ia gostar do que ia encontrar aqui. Eu tô ansiosa mais ler mais posts seus!
    Esse texto é simplesmente sensacional, e sim, você tem total razão, “prefiro morrer sentindo a viver tentando não sentir”. Você me ajudou a tomar uma decisão importante! rs

    http://www.ultimobiscoito.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s