Se ele quisesse, ele daria um jeito de te ver

antesdasobremesa6

Se a pessoa realmente gostasse de você, ela daria um jeito de te ver. Não te ilude. Eu sei, é bonito pensar que do outro lado há um interesse recíproco ou disfarçado, mas a realidade é que as pessoas não vão sentir as mesmas coisas que você sente. Às vezes encaixa, outras vezes faltam peças.

Quando a gente não quer algo, até o fato de ter a janela do quarto suja é motivo para ficar em casa, limpando a janela, em vez de sair com a pessoa. Desculpas que todos já estão cansados de ouvir. “Hoje não vai dar, estou muito ocupado trabalhando”, “Estou cansado”, “Já marquei algo com uns amigos”, entre outros.

Sendo bem sincero, eu não acho que isso seja algo tão ruim quanto parece, convenhamos, dizer “não quero te ver” não é algo fácil.

Você pede para a pessoa ser sincera com você, mas ao mesmo tempo não aceita quando a pessoa te rejeita de todas as formas possíveis? É preciso entender os sinais. Ele não dirá da forma mais clara e explicita possível, mas nas atitudes demostrará que não há interesse em continuar esse pseudo-romance.

Motivos podem haver vários. Talvez ele não gostou tanto assim de você, talvez já exista outra pessoa na sua vida ou apenas não está na fase de querer se envolver com alguém – raro, mas acontece.

Digo raro porque, convenhamos, quando se encontra a pessoa ideal, a fase não é tão importante assim. Claro, dependendo da fase há uma predisposição maior ou não de se envolver, mas apenas isto.

Por isso, sempre que duvidar da vontade de alguém é provável que você esteja certa. É possível que essa pessoa já tenha lhe dado todos os indícios para isso. Quando há vontade, até os 15 minutos antes de dormir são transformados em uma visita rápida de boa noite.

Não duvide da vontade (ou falta dela) das pessoas e acima de tudo: não aceite um amor que coloca dificuldades na relação. Espere por um amor que vá enfrentar os contratempos para te ver.

Alguém que tenha vontade de você a vida inteira.

Anúncios

Algumas pessoas vão te machucar por medo a machucar-se

antesdasobremesa4

Por natureza somos seres sensíveis, ou seja, sentimos o tempo todo. Qualquer coisa pode nos afetar de alguma forma; uma noticia na TV, uma música, uma declaração ou uma ligação surpresa. Nunca conseguimos estar preparado totalmente para o que está por vir.

Por isso sentimos tanto quando alguém nos machuca.

Já esteve em uma relação que estava tudo indo bem e do nada acabou? Já conversou com alguma pessoa que parecia ser sua alma gêmea e depois de um certo dia nunca mais conversaram? Já dormiu pensando em namorar uma pessoa e ao acordar sentiu uma frieza inabalável do outro lado?

Às vezes as pessoas vão te machucar com a sua indiferença e você pensará que elas não são o tipo de pessoa que eu descrevi acima, que elas não sentem tanto assim, mas ao contrário do que parece, elas sentem muito.

Às vezes as pessoas vão te machucar por medo a machucar-se, vão desistir de uma relação que parecia que estava indo ótima por medo a que você desista dela antes.

Essas pessoas ficam se auto sabotando o tempo todo para não gostar de outras. O pior é que isso não é algo que se possa controlar. O medo é tão grande que elas chegam a acreditar que não conseguem gostar de ninguém, quando na verdade elas mesmas tentam o tempo todo afastar-se dos seus sentimentos, seja colocando defeitos no outro ou proporcionando condições para criar distância.

Elas vão se afastar por medo a que se afastem delas primeiro e vão mudar quando estiverem no momento mais feliz da relação. Elas vão te magoar por gostar de você, mas principalmente por gostarem demais de si mesmas e não suportarem a ideia de sofrer.

Essas pessoas não conseguem lidar com uma relação, seja porque já se decepcionaram demais ou porque nunca encontraram alguém que lhes demonstrasse o valor de um bom amor. Elas não querem te fazer sofrer, não querem te magoar e nem te decepcionar, mas o farão da forma mais egoísta possível.

Elas vão te machucar, por medo de que você as machuque antes.

Se um dia ouvir “você merece alguém melhor” da pessoa que ama…

nao é amor

Se por um acaso a pessoa que você gosta lhe dizer que você merece alguém melhor que ela, a escute com atenção. É que provavelmente ela esteja certa. O problema é que o questionamento inicial sempre é “porque eu não consigo fazer com que ele acredite que é bom o bastante para mim?” mas esse não é o problema.

Quando alguém diz que você merece alguém melhor é que essa pessoa não consegue te dar aquilo que ela gostaria ou poderia dar, por falta de interesse ou vontade. Quem ama quer ficar. Quem ama de verdade quer esforçar-se para tornar-se a melhor opção. Quem ama não desiste e luta para que as coisas se ajeitem.

Se um dia alguém pedir para ir embora porque você merece “alguém melhor”, significa que você realmente merece alguém melhor, significa que aquela pessoa não era suficientemente boa para você.

Aquela pessoa não lhe ama o suficiente para isso e no seu maior egoismo, insiste em desistir, em descartar a relação, culpando indiretamente você por não ter alcançado as expectativas que supostamente você criou. Na verdade, geralmente quem desiste com a desculpa de que a outra pessoa merece alguém melhor, é uma pessoa imatura que não se preocupa com os sentimentos alheios.

Talvez alguém que entrou em uma relação sem medir as consequências, talvez alguém que enjoou e quer algo novo, talvez alguém que descobriu no meio do caminho que não gostava tanto assim. De qualquer forma, nunca pense que esta frase é algo positivo, pois não é.

Isso, por mais blindado e maquiado que pareça, nunca é amor.

Algumas pessoas amam te ter, mas não te amam

amamteter

Parece amor, mas não é. Parece que a pessoa gosta, mas apenas parece. Não há certezas, não há congruência com o discurso, não há consistência e nem regularidades. Há sempre brechas para a desconfiança.

É assim quando uma pessoa não te ama, mas ama te ter. Ela vai te levar para passear, para o cinema e até para dançar, mas apenas quando ela quiser. Neste tipo de relação não há dois lados, é apenas um lado satisfazendo o outro (o lado da outra pessoa).

Ela vai te afastar das pessoas que podem gostar de ti de uma forma mais intensa, vão ter ciumes de quem se aproxima demais, de curtidas em fotos, de comentários, mas não se prestarão a te marcar em um check-in. Não terão coragem de te chamar de amor nos comentários de uma foto e muito menos de responder aos seus elogios no seu Facebook.

Essas pessoas te manipularão com as declarações mais lindas no Whatsapp e com as caricias mais intensas no quarto, mas fora dele, a frieza tomara conta. Fora do quarto, a vida é um pouco mais fria, uma rotina de viver sem ser apresentada para os familiares, sem combinar de estar junto com os seus amigos e sem ir para todos os lados de mãos dadas.

Desculpas não faltarão. Que é muito cedo, que precisa ter certeza, que sempre foi inseguro nas relações, que anda muito ocupado, que esta passando por problemas. Tudo será motivo para enfraquecer o amor.

Elas te aprisionarão emocionalmente de uma forma que você não encontrará forças para sair. Porque o que recebe é pouco, mas dá pro gasto. Porque você acredita que um dia isso mudará. Ou o pior de tudo, você chegará a acreditar que está em um relacionamento mutuo e saudável.

Não receberá reconhecimento. Não terão planos para o futuro juntos e não te levará para os momentos mais felizes da sua vida. Não combinarão viagens nas férias e nem te colocará como prioridade em momento algum.

A menos que você decida partir.

Sempre que isso acontecer, essas pessoas vão falar de saudade, vão te abraçar com força, vão chorar se você for embora e vão te prometer um amor que nunca chegará. E pode ser que você se engane de novo, pois os olhos dessas pessoas sempre brilharão ao te ver.

Mas é que essas pessoas amam te ter, só não confunda isso com amor.

Me apaixono pelo corpo e amo pela alma

beleza

Me apaixono pela beleza.

Me apaixono por um sorriso bonito, por covinhas, por olhos grandes, por um perfume cheiroso, por um cabelo bem penteado ou por aquele descabelado que fica perfeitamente desarrumado. Me apaixono pela roupa colorida e pelos brincos que combinam. Me apaixono por uma vez suave ou uma voz rouca extramente sedutora.

Me apaixono fácil e de mil maneiras, mas a paixão acaba.

Acaba porque não é amor.

Porque o amor é o que faz ficar. O amor é o que faz lutar para que a história dê certo e não cansa no primeiro obstáculo, nem vai embora na primeira queda de luz. O amor é a potência que faz o motor continuar andando mesmo em dias de chuva e com a estrada cheia de buracos.

E essas paixões que eu tenho, por mais belas que sejam, não são amores. É que as pessoas que eu amo, as amo pela alma. Pelo jeito que conseguem conversar comigo sobre a vida. Pelo jeito que me demostram o quanto sonham em ver do seu mundo um lugar melhor. pela forma como acariciam a vida.

Amo as pessoas que não têm vergonha de mostrar quem são. Aquelas que pensam bonito, que não se cansam de sonhar, porque acreditam no mundo melhor. Amo as pessoas com esperança.

Pessoas que amam sem esperar nada em troca, que não têm medo de arriscar, que se jogam ao escuro, que atravessam uma ponte em chamas para demostrar o que sentem, pessoas que são sentimentos. Essas me conquistam pela alma.

Pessoas que elogiam de graça para mudar o dia de alguém. Pessoas que ajudam, porque sabem o seu valor no mundo e o quanto necessitamos de pessoas assim. Pessoas dispostas a ser e fazer o bem sempre. Pessoas com sorriso fácil.

Me apaixono por cores, por palavras bem ditas, por um piscar de olhos, por uma mexida de cabelo. Me apaixonaria pela maioria das pessoas provavelmente e isso não significaria muita coisa, porque nada disso me prenderia a ficar.

Me apaixono pelo físico, pelos pequenos detalhes de uma pessoa, mas amo pela grandeza da alma.

Pessoas que não são amores, são pontes

amores pontes.jpg

Existe um tipo de relação que ignoramos em falar, quando falamos sobre os nossos relacionamentos. É muito provável que você tenha tido esse tipo de relação se saiu de um relacionamento e está em outro.

Se trata das pessoas-pontes. São aquelas primeiras pessoas que nos encorajam a voltar a acreditar no amor depois da decepção de um relacionamento. São aquelas pessoas que insistem em entrar e até conseguem, parcial ou totalmente, mas por algum motivo não ficam por muito tempo nas nossas vidas.

Geralmente não ficamos com aquelas pessoas, por ainda estarmos machucados com a antiga relação, por querer aproveitar um pouco mais da vida de solteiros ou qualquer outro motivo. Porém, são pessoas muito importantes para dar a volta por cima nos relacionamentos e deixar as correntes que nos aprisionam ainda a algo.

São pessoas que deixam a porta entre aberta, a janela destrancada, o terreno pronto para que venha um novo amor. É injusto e até meio frio, mas é assim geralmente. Se alguém merecia que a história desse certo, é com essas pessoas, mas por forças maiores do momento isso não chega a acontecer.

As pessoas-pontes não são pessoas específicas, apenas são pessoas que chegaram na hora errada e no momento errado e por isso, tornaram-se as pessoas certas para serem pontes entre o antigo e o novo.

Nem sempre agradecemos, nem sempre valorizamos, mas sem elas talvez ainda estaríamos presas ao passado. Sem elas, o novo amor não teria chances de chegar até nós. São pessoas que foram feitas para entrar em nossas vidas, ensinar-nos algo e depois partir.

São as entrelinhas que ninguém conta das nossas histórias de amor.

Nada é mais libertador que deixar de gostar de quem te faz mal

Deixardegostar-antesdasobremesa

Um dia acordei e já não doía. O sentimento que estava lá até o dia anterior, já tinha sumido quando abri os olhos no dia seguinte. O que me deixava de cabeça baixa, me soltou para que eu pudesse caminhar de cabeça erguida.

É assim que o tempo funciona, quando menos se espera, a chama se apaga. Claro que não tem nada de bonito quando um sentimento morre, mas às vezes é necessário que isto aconteça.

Traição, humilhação, ser ignorada ou desvalorizada são coisas que ninguém gostaria de passar. Infelizmente, às vezes a pessoa que você gosta adquiriu um poder que lhe permite te tratar desta forma. Porém, como sempre dizem, não há mal que dure cem anos, mas pode demorar.

Esquecer um sentimento é um processo longo e de várias etapas, requer muito esforço e perseverança; deixar de stalkear a pessoa, citá-la menos vezes nas conversas com as amigas, ver menos o álbum de fotos e, se há insistência da parte dele, evitar encontrá-lo o máximo possível.

Assim, aos poucos a vontade de ver a pessoa vai enfraquecendo, a curiosidade por saber com quem está e onde passou o final de semana diminui. Quando se luta para deixar o passado no seu lugar, portas se abrem no presente para que pessoas cheguem e criem novas prioridades na sua vida.

Há aqueles que só conseguem deixar de gostar de uma pessoa quando começam a gostar de outra, mas eu chamo de liberdade quem consegue ficar um bom tempo sem gostar de alguém. Sendo do seu próprio universo, namorando consigo e deixando o mundo de lado por um tempo.

Nada é mais encantador do que ser dono de si mesmo. Poder ouvir, ler e pensar sobre o outro sem que isso te afete. Poder ignorar sem remorso e deixar para depois o chamado porque não está afim.

Saber que é possível superar um sentimento tão profundo, te torna uma pessoa forte. Deixar o passado no seu lugar, não apenas fisicamente, mas emocionalmente é uma proeza que só é possível adquirir com sofrimento, coragem e tempo, mas vale a pena.

Nada é mais libertador que saber que o mundo não acaba quando deixamos de gostar de alguém.

E que este mesmo mundo pode ser melhor e mais bonito assim.